Indígenas do Juruá solicitam intervenção do Estado peruano na questão da estrada UC-105

Em congresso realizado na localidade de Puerto Breu, região do Juruá, no Peru, no último dia 15, comunidades indígenas da região solicitaram intervenção do Estado peruano para controlar a estrada UC-105, que de forma ilegal, está sendo reaberta por madeireiros e ivandidando territórios indígenas. O “Congresso Extraordinário dos Povos Indígenas do Juruá sobre a Situação…

Povos indígenas do Juruá organizam congresso contra estrada ilegal no Peru

Comunidades indígenas reforçam o trabalho em união para acabar com o avanço da estrada ilegal UC-105, no Peru. No próximo dia 15 de setembro, quarta-feira, Aconadiysh (Asociación de Comunidades Nativas para el Desarrollo Integral de Yurúa Yono Shara-Koyai), ORAU (Organización Regional AIDESEP Ucayali) e AACAPPY (Asociación Ambiental de la Comunidad Ashéninka – Pocharipankoky Pikiyaco –…

Apiwtxa apresenta dossiê sobre o risco de estrada no Peru, que se aproxima, de forma ilegal, da fronteira com o Brasil

A Associação Ashaninka do Rio Amônia – Apiwtxa construiu um dossiê para apresentar a ameaça da Estrada Nueva Italia – Puerto Breu, a UC-105, no Peru. A rodovia, que atualmente está sendo reaberta de forma ilegal, corta territórios indígenas e áreas de conservação há menos de 11 km da fronteira com o Brasil, principalmente com…

Povo Ashaninka, da comunidade Apiwtxa, realiza monitoramento constante de seu território

A comunidade Apiwtxa, do povo Ashaninka do Rio Amônia, no Acre, realiza o monitoramento constante do seu território. Neste ano já foram realizadas expedições e articulação com comunidades do entorno, como parte do processo de gestão da Terra Indígena Kampa do Rio Amônia. Segundo a liderança Ashaninka, Francisco Piyãko, vigiar o território é uma prática…

“A situação do povo Nawa merece uma atenção especial”, alerta liderança Ashaninka Francisco Piyãko

Em entrevista ao programa Gazeta Entrevista, nesta terça-feira, 20, a liderança indígena do povo Ashaninka do Acre, Francisco Piyãko, saiu em defesa do povo Nawa, que ao longo da história sofre com a falta de reconhecimento e invasão de seu território. Francisco é também coordenador da Organização dos Povos Indígenas do Rio Juruá (Opirj). “O…

Povos indígenas chegam ao STF contra estrada que corta a Serra do Divisor, entre Acre e Peru

O líder indígena do povo Ashaninka, Francisco Piyãko, esteve nesta terça-feira, 22, junto com a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), reunido com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, em Brasília. Piyãko, que é coordenador da Organização dos Povos Indígenas do Rio Juruá (Opirj), falou sobre o desastre que irá ocorrer…